16 a 19 de outubro de 2019  Recife - Pernambuco - Brasil

Desafios e perspectivas para os próximos anos
16 a 19 de outubro de 2019  Recife - Pernambuco - Brasil
R. do Príncipe, 526 - Boa Vista,
Recife - PE, 50050-900
  • Facebook - Círculo Branco

   SOBRE O VII ICEB e I ICEZO

       Os objetivos dos eventos são criar oportunidades para o debate e a troca de experiências em âmbito internacional acerca do uso e da conservação de recursos naturais, assim como facilitar a articulação entre os conhecimentos das populações locais e aqueles produzidos em instituições formais de ensino e pesquisa. Em especial, pretende-se:

 

  • Promover discussões sobre o uso e a conservação dos recursos naturais, bem como sobre o seu aproveitamento econômico;

  • Fortalecer e divulgar a Etnobiologia e a Etnoecologia entre estudantes, pesquisadores e agências financiadoras da América Latina, especialmente no Brasil (sede do evento);

  • Aproximar pesquisadores e as comunidades envolvidas diretamente com os trabalhos na área, fomentando discussões pertinentes às questões ligadas ao conhecimento local e aos seus direitos;

  • Oportunizar um espaço para a troca de experiência entre profissionais e estudantes de todo o mundo;

  • Reunir profissionais de diferentes orientações e disciplinas relacionadas à inter-relação humanos-biota em um fórum de discussão internacional;

  • Congregar no Brasil especialistas etnobotânicos e etnozoólogos de todo o mundo, a fim de consolidar cada vez mais essas disciplinas;

  • Incentivar maior participação de países da América Latina e de outros continentes do Hemisfério Sul com pouca representatividade nas edições anteriores do evento;

  • Gerar um espaço para debate em torno do conhecimento botânico e zoológico local e de sua aplicação em um contexto global, quando a tendência é a perda acelerada desse tipo de saber;

  • Estimular a troca de experiências e a interação entre diferentes grupos científicos, a fim de facilitar a articulação de parcerias em projetos e contribuir para a conservação da diversidade cultural e biológica;

  • Discutir sobre como a Etnobotânica e a Etnozoologia podem colaborar para inovação e busca de novas tecnologias, com o intuito de melhorar a qualidade de vida das pessoas e a conservação dos recursos naturais.